O surpreendente poder vocal de Florence Welch

 As músicas da banda britânica de indie rock, Florence and the Machine (estilizado como Florence + The Machine), acalmam os ouvidos e oscilam entre melodias calmas até as mais agitadas. A cantora inglesa Florence Welch lidera o grupo com a colaboração da banda de apoio The Machine (“A Máquina”), composta de músicos instrumentistas. O repertório combina vários gêneros, incluindo rock, indie, folk e soul, o som ideal para ouvir depois de um dia de trabalho intenso. Atualmente, Florence confirmou que já está trabalhando no sucessor do álbum “Ceremonials”, lançado em 2011. O disco estava previsto para chegar ao mercado em outubro deste ano, mas foi adiado para 2015. 


Florence Welch tem uma das vozes mais bonitas que já ouvi. Ela é uma das poucas cantoras da atualidade que canta ao vivo exatamente igual às suas gravações. Confira o surpreendente poder vocal de Florence tanto ao vivo quanto acústico:
 
Florence + The Machine – Dog Days are Over



Florence + The Machine – Dog Days are Over (Acoustic)


Florence + The Machine – Spectrum

Florence + The Machine – Spectrum (Acoustic)

Florence + The Machine – Ship To Wreck



Florence + The Machine – Ship To Wreck (Acoustic)



Calvin Harris – Sweet Nothing ft. Florence Welch


Florence + The Machine – Sweet Nothing (Acoustic)



Florence + The Machine – Shake it Out

Florence + The Machine – Shake it Out (Acoustic)

Florence + The Machine – Lover To Lover

Florence + The Machine – Lover To Lover (Acoustic)

Florence + The Machine – Cosmic Love

Florence+ The Machine – Cosmic Love (Acoustic)



Florence + The Machine – Never Let Me Go



Florence + The Machine – Never Let Me Go (Acoustic)

Florence + The Machine – Rabbit Heart

Florence + The Machine – Rabbit Heart (Acoustic)



Florence + The Machine – Drumming Song



Florence + The Machine – Drumming Song (Acoustic)



SAIBA MAIS

Florence and the Machine tornou-se sucesso a partir de 2006, quando Florence Welch recebeu o convite de reabrir o Soho Revue Bar, um clube noturno em Londres. Inicialmente a banda consistia de Florence no vocal, a tecladista Isabella “Machine” Summers e um grupo de bateria, depois acabou com sete integrantes em 2009, quando se tornou mais conhecida com o álbum de estreia “Lungs”. Desde que surgiu, Florence and the Machine foi muito bem recebida pela mídia, especialmente no canal BBC, o que a fez ter uma quantidade significativa de turnês, caindo nas graças do público rapidamente.

 

 
A cantora revela que alguns de seus talentos vieram de seu pai, Nick, um executivo de publicidade que era preparador musical, aos 20 anos. A mãe de Florence, Evelyn, é uma professora de estudos renascentistas e reitora acadêmica de Artes da Queen Mary, Universidade de Londres, e também influenciou sua filha, mas de uma maneira bem diferente. Florence disse em um artigo que uma palestra de sua mãe a impressionou e inspirou a compor músicas com temas relacionados ao sexo, à morte, ao amor e à violência. Segundo a cantora, esses são alguns dos grandes temas que farão parte da história humana por muito tempo. O jornal The Sunday Times, de Londres, se refere à Florence como “a mais peculiar e mais aclamada cantora do momento: poética, letrada, expressiva como um furacão, privilegiada para subir ao palco”. Hoje, aos 28 anos, Flo, como é chamada, possui aspirações artísticas da cultura celta e adota o estilo boho.
No Brasil, a banda ganhou maior projeção com a exibição de seus clipes nos canais MTV e Multishow. Florence and the Machine se apresentou na edição de 2013 do Rock in Rio, o que a fez ser mais reconhecida e admirada no país.

“Eu acho que sempre fui interessada na justaposição entre uma bela canção e um material de assunto doloroso”. – Florence Welch
 
PARTICIPE
 
Qual é a sua música preferida de Florence and the Machine? Comente logo abaixo.

Sobre o autor

Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues, estudante de Jornalismo, criador de conteúdo, repórter e fotógrafo.

Saiba mais

Comentários (1):

Deixe um comentário