Desperte sua consciência com a terapia de Barra de Access

Descubra como funciona a terapia alternativa que age nos bloqueios pessoais

Sabe aquela limpeza que muitas vezes precisamos fazer no nosso computador ou celular para liberar espaço para gravar novas informações e as coisas funcionarem melhor? E se fosse possível fazer isso com a gente para nossas ideias e pensamentos fluírem melhor? Pois é isso que a terapia de Barras de Access Conciousness™ promete. A técnica, inédita no Brasil, é uma ferramenta quântica de expansão da consciência que consiste no toque em 32 pontos energéticos existentes na cabeça que quando são ativados excluem o que não precisamos mais, dando espaço para novas ideias e experiências.

Pode ser que você esteja passando por isso ou conheça alguém que trabalhe bastante e tem problemas com sua prosperidade material, se relacionando mal com o dinheiro e tornando-se pouco realizado nesta área. Talvez o mesmo aconteça com quem tem dificuldades de emagrecer ou de se relacionar com o próprio corpo, com a sexualidade ou com a própria raiva. Imagine se alguém pudesse pressionar um botão e silenciar essa voz em sua cabeça que lhe diz que você não é bom o suficiente ou que não consegue fazer o que sonha? É o que as Barras de Access® se propõem a fazer.

OS BENEFÍCIOS

Segundo Ana Morari, 39, coaching de emagrecimento e terapeuta practitioner (praticante) em Barras de Access Consciousness™, a terapia das Barras® tem atuado significativamente e ajudado milhares de pessoas a mudarem muitos aspectos de sua vida, seja a saúde, o amor, o dinheiro ou a própria felicidade. A terapia também auxilia no tratamento de ansiedade, depressão, dores, limitações físicas, autismo, compulsões e capacidade de deixar hábitos, colaborando para uma nova visão de vida de um modo geral e amplo.

Conforme Ana, se tornar consciente de seus pensamentos significa compreender melhor o que não está em sintonia com seu verdadeiro eu. “É isso o que gera dificuldades para ter e receber tudo que se deseja. As Barras de Access® começarão a desbloquear o espaço de ser você”, diz. Foto: Reprodução/ Divulgação

De acordo com Ana, pensamentos negativos e comportamentos limitantes se acumulam no subconsciente alterando a energia original da pessoa, ou seja, essas atitudes modificam o modo que este indivíduo pensa, sente e age em determinadas situações. Dessa forma, este passa a alimentar crenças de não merecimento, de culpa ou mesmo de impotência quanto à sua capacidade. “Com isso vêm as decepções, sentimento de derrota e desânimo, e uma vez conformado, consequentemente, a perpetuação do sofrimento, autopunição e frustração”, enumera.

!

Criada pelo renomado escritor e palestrante Gary Douglas na década de 90, nos Estados Unidos, Barras de Access® chegou ao Brasil há quatro anos. Até o ano passado era estimada a existência de cerca de 100 facilitadores (como são chamados os instrutores da prática) no país. Hoje a técnica está presente em 173 países e foi utilizada por mais de 30 mil pessoas nas últimas quase três décadas de existência.

FIQUE POR DENTRO

Os 32 pontos em torno da cabeça armazenam toda corrente eletromagnética das sinapses neurais (área de contato entre uma terminação nervosa e outros neurônios), que criam os padrões comportamentais e reações programadas. Esses pontos se conectam com diferentes aspectos de nossa vida e armazenam todas as experiências negativas que já vivemos nesta e em outras vidas – as quais condicionam os karmas (palavra sânscrita que se refere à lei da ação e reação) e padrões de personalidade que causam sofrimentos e limitações, bloqueando o fluxo livre da energia vital e impossibilitando a autorrealização pessoal. Ao “correr” as Barras de Access® (através do toque), o paciente começa a se desfazer destes comportamentos e crenças limitantes armazenados na barra correspondente. Há barras para a cura, criatividade, corpo, sexualidade, dinheiro, etc.

ENTENDA COMO FUNCIONA

A sessão dura aproximadamente uma hora e meia e é realizada normalmente com o paciente deitado, podendo ocorrer em qualquer local (desde que seja favorável para descanso), na sua própria casa, no local de trabalho do terapeuta, em hospitais, parques e até na praia. “A técnica é feita apenas com toques sutis na cabeça e nos pés. Após ter suas barras tocadas, o corpo entra em um profundo estado de relaxamento, chegando a adormecer muitas vezes. Quando o atendimento termina, a sensação é de serenidade, tranquilidade e calma, como se acabasse de receber uma massagem relaxante”, explica Ana. “Qualquer pessoa pode receber e usufruir dos benefícios desta terapia independentemente da idade e das condições de saúde física, mental, espiritual e emocional. Não existem contraindicações e pode ser aplicada inclusive em bebês, idosos acamados e gestantes”, garante.

Barras de Access são constituídos por pontos na cabeça que, uma vez tocados, iniciam a ativação de barras energéticas. Fonte: Reprodução/ Divulgação

O QUE DIZ A NEUROCIÊNCIA?

Foi realizado recentemente um experimento com o renomado neurocientista Ph.d Dr. Jeffrey L. Fannin que comprovou o efeito prático das Barras de Access®. Segundo ele, os resultados foram “positivamente espantosos”. Para analisar a técnica, alguns cérebros foram mapeados com eletroencefalograma (exame que permite o estudo do registro gráfico das correntes elétricas espontâneas cerebrais) antes, durante e depois de uma sessão de Barras. Constatou-se que os benefícios mentais obtidos são comparados aos dos praticantes avançados de meditação (que praticavam duas horas diárias), onde pode ser observado um alinhamento da fase e da coerência entre as ondas cerebrais e as ondas do coração. “O que percebi não é apenas um alinhamento físico completo, estou falando de alinhamento com o universo”, declarou Dr. Fannin.

Fontes de pesquisa: Revista Saúde Quântica, Paulo Castilho e Loly Lenz, facilitadores licenciados de Barras de Access®

 

Fonte: Revista Linda (Edição 120 – dezembro de 2017 / adaptado).

Texto: Gabriel Rodrigues

Revisão: Marielle Rodrigues de Oliveira

Sobre o autor

Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues, estudante de Jornalismo, criador de conteúdo, repórter e fotógrafo.

Saiba mais

Deixe um comentário