3 motivos para assistir Liga da Justiça

Filme alcançou a bilheteria de R$ 102 milhões, tornando-se o sexto maior filme do ano

Quem é fã de super-heróis não pode deixar de assistir Liga da Justiça, o tão aguardado primeiro filme da equipe homônima, criada para os quadrinhos da DC Comics em 1960. O live-action, que estreou no último dia 16, reúne Superman (Henry Cavill), Batman (Ben Affleck), Mulher-Maravilha (Gal Gadot), Aquaman (Jason Momoa), Flash (Ezra Miller) e Ciborgue (Ray Fisher) na trama. Atenção: este post contém spoilers.

Pôster de Liga da Justiça.  Após a morte de Superman em Batman vs. Superman, o herói foi retirado da divulgação pré-filme, embora o público já aguardasse o seu retorno. Foto: Reprodução/ Divulgação

Após a morte do Superman, a Terra sofre com a ameaça do vilão Lobo da Estepe (Ciarán Hinds), que tenta reunir três artefatos chamados de “Caixas Maternas” para liberar um poder destrutivo. Assim, ele cria um exército de “parademônios”, seres atraídos pelo medo. É aí que a equipe de heróis se une pela primeira vez, ao lado de Superman, que ressurge confuso e (antes de voltar ao normal) mais cruel do que nunca, travando uma batalha épica contra os membros da Liga.

Apesar das críticas, o filme consegue expor os dilemas dos personagens: Batman e a dificuldade de lidar com os outros; Mulher-Maravilha, que se fechou para o mundo após sofrer uma perda; e Ciborgue, reconstituído com peças robóticas. Além disso, Flash garante a diversão em meio às cenas de ação. Também é possível conferir alguns veículos e equipamentos inéditos do Batman, e conhecer um pouco o mundo de Atlântida, o reino subaquático do Aquaman.

Ao final do filme, não saia da sala, tem cenas pós-créditos! A última delas traz revelações importantes sobre a história da DC.

Assista ao trailer oficial legendado de Liga da Justiça.

PARTICIPE

Se você já assistiu ao filme, conte-nos o que você achou nos comentários!

Sobre o autor

Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues, estudante de Jornalismo, criador de conteúdo, repórter e fotógrafo.

Saiba mais

Deixe um comentário