20 dicas de como não ser corrupto no Brasil

Não ser corrupto no país da corrupção parece uma piada, pois o “jeitinho brasileiro” é um padrão de comportamento já arraigado na nossa rotina, tanto que passamos a repeti-lo automaticamente. É uma atitude vista como normal, mas que na essência é anormal. O Brasil é conhecido mundialmente como o país do futebol, do carnaval e da corrupção. Não é para menos, estamos em 79º lugar na lista dos 176 países mais corruptos do mundo, como aponta o estudo feito pela Transparência Internacional em 2016.

 

A carne que compramos é podre, disfarçada com ácido e contaminada com salmonella. O frango também não escapa, ele é feito com papelão. Os embutidos? É acrescentada cabeça de porco em sua composição. O leite é adulterado com formol, soda cáustica e água oxigenada. Na cerveja, muito mais que cevada, vai milho. Os legumes, frutas e verduras, são infestados de veneno (ou agrotóxico, como preferir). Dentro dos remédios, uma mistura de farinha. Como será que o corpo reage a tudo isso? Câncer. Os casos da doença aumentaram 31% no Brasil em 15 anos, sendo a segunda maior causa de morte no país, ficando apenas atrás das doenças cardiovasculares. É o que diz a Organização Mundial da Saúde (OMS). 

Para piorar a situação, mentiras eleitorais, eleitores acéfalos, roubalheira na política e milhões desviados dos cofres públicos. Enquanto isso, as áreas prioritárias como a saúde e educação sobrevivem a duras penas. Ainda querem acabar com o direito à aposentadoria. É o que estão chamando de Reforma da Previdência, proposta do governo Temer enviada ao Congresso Nacional. Entenda a situação no vídeo ao final do post.
E o que podemos fazer diante dessa triste realidade? Para mudar o Brasil, comecemos por transformar a nós mesmos e nossas famílias. Faça sua parte, seja você o exemplo e exija do próximo apenas o que você for capaz de fazer. Mas será que estamos mesmo fazendo a coisa certa? Não adianta querer que os políticos sejam honestos se eles saíram do meio desse povo. Vale refletir: o que você faria se tivesse acesso à milhões de reais que não são seus? Pensando nisso, montamos um guia prático de como não ser corrupto no Brasil. São 20 práticas de corrupção cotidianas que devemos repensar.

1) Não imprima documentos pessoais na impressora do trabalho. Isso engloba desde trabalhos acadêmicos, contratos e por aí vai.

 

2) Se encontrar algo perdido, devolva! Não leve para casa o lápis do trabalho ou de um colega. Nunca pegue o dinheiro que você viu cair do bolso da calça de alguém ou sabe de quem é, de uma carteira sem dono ou de cargas de veículos acidentados nas estradas.

 

3) Devolva o dinheiro do troco que te dão a mais.

 

4) Não compre CDs ou DVDs piratas. Ao invés de apoiar a pirataria, ajude um artista. Isso vale também na hora de baixar programas e jogos piratas em um site ilegal. Não venda produtos falsificados e/ou contrabandeados.

 

5) Não trapaceie quando fechar um negócio, enganando o comprador ao esconder um defeito no seu carro ou no seu celular, por exemplo.

 

6) Não estacione em locais proibidos e não suborne ou tente subornar quando for pego cometendo infração de trânsito ou de qualquer outra natureza.

 

7) Nunca troque seu voto por dinheiro ou benefícios próprios, como emprego, material de construção, cesta básica, combustível, etc. 
 
8) Não fure filas, nem atendimentos ou assentos prioritários destinados exclusivamente para idosos e pessoas com deficiência. Tampouco importa se você estiver na fila do supermercado, no banco ou no transporte público.
 
9) Não pegue atestados médicos sem estar doente, só para faltar ao trabalho. A falsificação de documentos como a carteirinha de estudante e a emissão de atestados falsos é crime. 
 
10) Não faça gato de luz, de água e de TV a cabo. Não roube o sinal Wi-Fi do vizinho.
 
11) Não registre imóveis no cartório num valor abaixo do comprado ou compre recibo para abater na declaração do imposto de renda só para pagar menos impostos.
 
12) Em uma viagem a serviço da empresa, apresente a nota fiscal com o valor proporcional ao seu gasto. Não peça nota fiscal de 20 reais de uma refeição que custou 10, por exemplo.
 
13) Não comercialize objetos de campanhas solidárias. 
 
14) Não diminua a idade do seu filho para que ele pule ou passe por baixo de roletas, como no ônibus ou em eventos.
 
15) Não frequente caça-níqueis ou participe de jogos de azar, como cassino, bingo ou jogo do bicho.
 
16) Não emplaque o carro em outro estado para pagar menos IPVA. Isso é fraude tributária e a pena de reclusão varia de dois a cinco anos e multa.
 
17) Não comercialize os vales-transporte e vales-refeição que recebe da empresa onde trabalha, sequer utilize para outros fins. Não bata o cartão de ponto para o colega de trabalho.
 
18) Em viagens internacionais, não minta quando o fiscal aduaneiro perguntar o que você traz na bagagem. Para evitar o pagamento de taxas, cuide para não extrapolar o limite máximo da bagagem transportada.
 
19) Não cole na prova ou utilize artifícios para fraudar provas, concursos, rifas ou enquetes. 
 
20) Se você tiver condições econômicas favoráveis, não se cadastre em programas sociais destinados a indivíduos de classe baixa ou em situação de vulnerabilidade social, como no Bolsa Família e no Minha Casa Minha Vida.

Assista ao vídeo narrado pelo ator e jornalista Wagner Moura que explica as ameças da Reforma da Previdência. O conteúdo foi produzido pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e viralizou nas redes sociais.


PARTICIPE
Você é contra ou a favor da Reforma da Previdência? 
Conte para nós nos comentários quantas destas pequenas corrupções listadas acima você já cometeu. 

Sobre o autor

Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues, estudante de Jornalismo, criador de conteúdo, repórter e fotógrafo.

Saiba mais

Deixe um comentário